Estágios IEFP
Progest Setembro 3, 2019 Sem comentários

ABERTURA DE CANDIDATURAS – ESTÁGIOS PROFISSIONAIS IEFP

 

Abriu ontem, dia 2 de Setembro, o último período de candidaturas aos estágios profissionais do IEFP do ano 2019, que decorre até ao próximo dia 20 de Dezembro.

 

Condições e especificações do incentivo:

 

O programa de estágios profissionais do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) representa, todos os anos, uma oportunidade de (re)ingresso no mercado de trabalho, para jovens licenciados à procura de primeiro trabalho ou desempregados que procuram uma nova oportunidade.

Para as empresas, os estágios profissionais representam um interessante incentivo e uma oportunidade para integrarem, mais facilmente, um maior número de trabalhadores, nomeadamente em setores ou departamentos em crescimento.

O IEFP regista anualmente um número muito significativo de candidatos – sobretudo recém-licenciados. O Programa é sobejamente conhecido e reconhecido por entidades ligadas quer ao ensino e formação, quer ao mundo empresarial, nas mais diversas áreas de atividade.

 

 

Perguntas e respostas:

 

  1. O que são os estágios profissionais do IEFP?

São estágios com a duração de nove meses, destinados a jovens que estejam a entrar no mercado de trabalho, assim como à reconversão profissional de desempregados. Esta é uma medida financiada pelo Portugal 2020.

 

  1. PROMOTORES: Quem pode ser?

Todas as pessoas singulares ou coletivas, de natureza jurídica privada, com ou sem fins lucrativos.

 

  1. Quem se pode candidatar?

Podem candidatar-se a estes estágios, os desempregados inscritos no Centro de Emprego, que reúnam algumas condições:

 

  • Jovens, entre os 18 e os 30 anos, com qualificação de nível 3, 4, 5, 6, 7 ou 8 do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ);
  • Adultos com mais de 30 anos, que estejam desempregados há mais de um ano e inscritos no Centro Qualifica;
  • Pessoas com deficiência e incapacidade;
  • Pessoas que integrem uma família monoparental;
  • Pessoas cujos cônjuges também estejam desempregados;
  • Vitimas de violência doméstica;
  • Refugiados;
  • Ex-reclusos e toxicodependentes em recuperação.

 

  1. Quanto tempo duram os estágios?

Os estágios têm a duração de 9 meses. Podem, no entanto, estender-se até aos 12 meses, caso se tratem de pessoas com deficiência e incapacidade, vítimas de violência doméstica, refugiados, ex-reclusos e toxicodependentes em recuperação.

Caso se tratem de estágios inseridos no regime especial de projetos de interesse estratégico, podem ter a duração de seis, nove ou 12 meses. Como, por exemplo, os estágios reconhecidos pelo IEFP como de interesse estratégico para a economia nacional ou de determinada região.

 

  1. Apoios. Qual o valor da bolsa?

Um dos fatores mais interessantes do programa de estágios profissionais são os apoios atribuídos aos estagiários e, em especial, às empresas (entidades promotoras).

 

AOS ESTAGIÁRIOS

Os estagiários recebem uma bolsa de estágio – paga mensalmente, como um salário – de acordo com o nível de qualificações. A esse valor, baseado no Indexante dos Apoios Sociais (IAS) fixado em € 435,76 para o ano de 2019, juntam-se o subsídio de refeição e o seguro de acidentes de trabalho.

 

Assim, de acordo com o apresentado pelo Instituto de Formação profissional, deve considerar-se o seguinte:

Bolsa de estágio:

  • 1,2 IAS – nível 3: € 522,91
  • 1,3 IAS – nível 4: € 566,49
  • 1,4 IAS – nível 5: € 610,06
  • 1,65 IAS – nível 6: € 719,00
  • 1,7 IAS – nível 7: € 762,58
  • 1,75 IAS – nível 8: € 806,16€
  • Refeição ou subsídio de alimentação
  • Seguro de acidentes de trabalho

 

ÀS EMPRESAS (ENTIDADES PROMOTORAS)

 

A comparticipação financeira do IEFP é baseada na modalidade de custos unitários, por mês e por estágio, nos seguintes termos:

Bolsa de estágio

Comparticipação de 80% nas seguintes situações:

  • Quando a entidade promotora é pessoa coletiva de natureza privada sem fins lucrativos;
  • Estágios enquadrados no âmbito do regime especial de interesse estratégico;
  • No primeiro estágio desenvolvido por entidade promotora com 10 ou menos trabalhadores, referente à primeira candidatura à medida e desde que não tenha já obtido condições de apoio mais favoráveis noutro estágio financiado pelo IEFP;
  • Comparticipação de 65% nas restantes situações;
  • Alimentação, no valor fixado para os trabalhadores que exercem funções públicas: € 4,77/dia;
  • Prémio do seguro de acidentes de trabalho: 3,296% IAS = € 14,14;
  • Despesas de transporte, quando aplicável, por exemplo, estagiário com deficiência e incapacidade: 10% IAS = € 42,89.

 

 

A Progest é uma consultora especializada neste tipo de matéria e como tal, podemos apoiar a candidatura a este tipo de programas.

 

Aproveite esta última chamada para obter um apoio à contratação. Contacte-nos!!!

 

Estágios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *